Laura Mattos - pinturaLaura Mattos - pintura

Cabeças Cheias 
óleo sobre tela e colagens

30 x 30cm

 

Laura Mattos - PinturaLaura Mattos - Pintura

Preciosa

Instalação: pintura e colagens em madeira em caixa acrílica

40 x 40cm
 

 

Laura Mattos - PinturaLaura Mattos - Pintura

Cabeças Cheias - Baby 1
óleo sobre tela e colagens

30 x 30cm

 

Laura Mattos - PinturaLaura Mattos - Pintura

Cabeças Cheias - Baby
óleo sobre tela e colagens

30 x 30cm

 

Laura Mattos - PinturaLaura Mattos - Pintura

Bood & Sandy
óleo sobre tela e colagens

100 x 100cm

Laura Mattos - PinturaLaura Mattos - Pintura

Corpos

óleo sobre tela e colagens

100 x 100cm

Laura Mattos - PinturaLaura Mattos - Pintura

Cabeças Cheias - Quiet 1
óleo sobre tela e colagens

30 x 30cm

Laura Mattos - Pintura

Laura Mattos - PinturaLaura Mattos - Pintura

Cabeças Cheias - Quiet
óleo sobre tela e colagens

30 x 30cm

 

Laura Mattos - PinturaLaura Mattos - Pintura

 Cabeças Cheias - Renda

óleo sobre tela e colagens
30 x 30cm

Laura Mattos - Pintura

 

 


 

 

 

 

 

cabeças cheias...olhos vazios

"A única coisa que sabemos a seu respeito é que não é o que parece." (RUSSEL, 1971, p. 19) 

Sobre o trabalho

São imagens femininas veladas, na maior parte dos trabalhos, por um acessório com lentes translúcidas que ao mesmo tempo em que revelam, protegem e afastam o espectador, simulam uma figura que se submete aos padrões e que oculta sua identidade. Além da importância do processo de pintura, juntam-se as colagens; imagens reconhecidas como de preferência do consumo feminino, recolocadas sobre suas cabeças em novas ressignificações e que dão continuidade às metáforas e ambivalências dessas produções 

O acessório de moda - óculos escuros – aparece como um elemento figurativo de grande força simbólica de uma observadora silenciosa e indiferente -“Eu vejo você, mas você não me vê". Minhas personagens transformam-se em "Rebeccas Velatas", prontas a preencher as expectativas do outro, enquanto perdem sua individualidade. Me utilizo das analogias entre comportamentos de imitação e excentricidade voluntários intensamente divulgados pela Moda e que as fazem permanecer entre superfícies.

 

Mini Biografia

Artista Visual com graduação em Educação Física pela Universidade de São Paulo (1992) e especialização em Artes Visuais: Cultura e Criação pelo Senac (2012) com ênfase em Moda. Integrou o atelier da artista Lúcia Castanho, Eduardo Ostergreen e de escultura com Israel Kislansky, Cor na Estamparia, no Universo da Cor em São Paulo, com Lilian Ried Miller Barros, Rumos da Arte Contemporânea com Paulo Klein, Modos de criação na Arte Contemporânea com a artista Claudia Bakker, Atelier de Poéticas Visuais com Pillar del Sallum (MACS), Atelier de Poéticas Visuais com Josué Mattos e Amilcar Packer(SESC). Atualmente é docente na instituição Uniso - Universidade de Sorocaba e ESAMC Sorocaba, nos cursos de Design de Moda; Arquitetura e Artes Visuais. Em 2016, Mestre pela Escola de Artes Ciências e Humanidades pela Universidade de São Paulo, com a dissertação: O cinema americano das primeiras décadas do século XX e construção de estereótipos femininos: algumas análises – Trata das construções imagéticas femininas por meio da moda e da cosmética e a consequente expansão dessas imagens pelo cinema americano da primeira metade do século XX.